socioeco.org
Site ressources de l’économie sociale et solidaire

Impactos da implantação de uma cooperativa de produção de ostras junto a comunidades extrativistas caiçaras do Litoral Sul/SP: um estudo de caso

Pirassununga : Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, 2005. Dissertação de Mestrado em Qualidade e Produtividade Animal.

Tatiana Rogovschi Garcia, 2005

Lire l’article complet sur : www.teses.usp.br

Résumé :

A partir do diagnóstico da viabilidade e ordenamento da ostreicultura na região de Cananéia-SP, estruturou-se o projeto « Ostra de Cananéia ». Este projeto teve como principais estratégias: a introdução da criação de ostra, a regularização sanitária do produto, com a criação de uma Estação Depuradora e, principalmente, a organização da comunidade com a criação de uma entidade comunitária, a COOPEROSTRA. Apesar do projeto já apresentar resultados dentro da comunidade atingida, faltava realizar um diagnóstico sócio-econômico e com isso a caracterização do público pós-projeto. Esta dissertação pretende contribuir com informações sobre a transformação da realidade e condições de vida do grupo-alvo, o que vem a ser o objetivo maior da proposta inicial de ordenamento. Para tanto, foram realizadas entrevistas com os cooperados e com o corpo técnico que assessoram a cooperativa. Em seguida, os cooperados foram submetidos a um questionário fechado que buscou avaliar os impactos das novas tecnologias de produção de ostras e na geração de renda. Os cooperados apresentaram dificuldade na participação em atividades de gestão da cooperativa, no entanto, aqueles que participavam, obtiveram incremento de renda ou conseguiram mantê-la. Foi observado um aumento de auto-estima, dignidade, visão de mundo e reconhecimento da profissão, no entanto, ainda é necessário incorporar princípios democráticos em sua prática associativista. As técnicas de engorda em viveiros são amplamente utilizadas e a desmariscagem deixou de ser uma prática constante. O Estado desempenha um papel fundamental na criação e manutenção deste empreendimento, até que conquiste autonomia. A metodologia utilizada para atendimento dos objetivos propostos se mostrou eficiente. A COOPEROSTRA constitui modelo interessante para outras iniciativas comunitárias do mesmo tipo