socioeco.org
Resource website of social and solidarity economy

Ênfase dos programas de microcrédito em sustentabilidade e viabilidade financeira : distanciamento do objetivo social de combate à pobreza ?

Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Porto Alegre.

Daniela Moreira Carvalho, Elaine Aparecida Araujo, Gérman Torres Salazar, Roberto DO NASCIMENTO FERREIRA, 2009

Para bajar : PDF (170 KiB)

Resumen :

Microcrédito consiste em um crédito de baixo valor destinado a pequenos negócios mantidos por pessoas de baixa renda sem acesso ou com acesso restrito ao sistema financeiro tradicional. Destina-se ao investimento nas atividades produtivas nesses microempreendimentos e é oferecido com o uso de metodologias específicas distintas do crédito tradicional. O microcrédito tem sido considerado, atualmente, uma alternativa eficaz para redução da pobreza no mundo e promoção do desenvolvimento econômico e social através do combate ao desemprego e geração de renda, mostrando-se imbuído de valores sociais que enfatizam o empoderamento das pessoas pobres. No entanto, evidências empíricas têm constatado restrito impacto e penetração da grande maioria das instituições junto às camadas mais pobres da população. Nesse cenário, provedores de recursos e organismos de apoio começaram a cobrar que as instituições de microcrédito, em sua maioria entidades

sem finalidades lucrativas, apresentem bons indicadores econômico-financeiros de performance, sob o argumento de que boa performance financeira se converte em resultados sociais efetivos no combate à pobreza. Este artigo teve como propósito analisar, através de literatura existente sobre o setor, algumas implicações para a estrutura e operação das instituições de microcrédito decorrentes da atual ênfase em sustentabilidade e resultados financeiros, bem como para concretização de sua missão social de combate à

pobreza. Verificou-se que as instituições de microcrédito tendem a apresentar estruturas mais comerciais e a desviar de sua missão originariamente social à medida que se tornam impregnadas por valores mais estratégicos e racionais materializados na busca por resultados e viabilidade financeira. Assim, há indícios da existência de um conflito ou trade-off entre o objetivo social do microcrédito de alcançar as pessoas pobres em seus empréstimos e serviços e a ênfase em resultados com vistas a assegurar a viabilidade

financeira.

Fuentes :

Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural www.sober.org.br