socioeco.org
Sito di risorse documentarie sull’economia sociale e solidale

FORMAÇÃO DO TRABALHADOR SOLIDÁRIO: EMANCIPAÇÃO OU LEGITIMAÇÃO DA EXPLORAÇÃO?

Linhas Críticas, vol. 16, núm. 30, enero-julio, 2010 Universidade de Brasília

Ronalda Barreto Silva, Alessandra de Azevedo, giugno 2010

Scaricare PDF (230 KiB)

Compendio :

O artigo pretende realizar uma reflexão sobre a formação para o trabalho e a cidadania de segmentos da população que se encontram em situação de vulnerabilidade social frente às transformações do mundo do trabalho e o aumento da desfiliação. O propósito é discutir a formação que se dá em uma alternativa de organização dos trabalhadores que enfatiza a preservação da vida e a cidadania: a Economia Solidária. A questão central é a possibilidade de emancipação do trabalhador ou da legitimação da exploração para o apaziguamento político. Parte-se do entendimento de que a dialética reprodução/transformação deve permear as análises, a luta pela elaboração de políticas públicas e demais ações de formação, produção e comercialização pertinentes ao setor.