socioeco.org
Sito di risorse documentarie sull’economia sociale e solidale

DISPOSIÇÃO A PAGAR POR PRODUTOS ORGÂNICOS EM SANTA CATARINA

VII ENCONTRO DE ECONOMIA CATARINENSE FLORIANÓPOLIS, 09 E 10 DE MAIO DE 2013

Lilian de Pellegrini Elias, Arlei Fachinello, Bruno Mazzucco, maggio 2013

Scaricare PDF (640 KiB)

Compendio :

Os alimentos orgânicos e agroecológicos se tornam produtos diferenciados ao serem produzidos de forma a não gerar impacto ambiental, resguardar a saúde do consumidor e proteger os direitos do trabalhador, entre outras características.O conhecimento a respeito do comportamento do consumidor catarinense frente a essa diferenciação permite que o potencial produtivo da agricultura de Santa Catarina possa se adequar para absorver as vantagens do aumento contínuo deste mercado. Através de uma análise dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) e do uso de ferramentas microeconômicas, como o conceito de disposição a pagar, foi possível traçar o perfil do consumidor catarinense de produtos orgânicos. Observa-se que Santa Catarina é o quinto maior estado consumidor de produtos orgânicos do país e o sexto maior consumidor de orgânicos em relação às quantidades, em relação ao total consumido no Brasil, estando entre os cinco maiores consumidores de 15 dos 20 produtos orgânicos apontados pela POF.

Fonti :