socioeco.org
Site ressources de l’économie sociale et solidaire

ANIMAR - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local

www.animar-dl.pt/

Apresentação

A ANIMAR - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local é uma associação privada sem fins lucrativos, de dimensão nacional, fundada em 1993 e que reúne atualmente mais de 75 organizações e 100 pessoas com intervenção nas áreas do desenvolvimento local, da economia social e solidária, da educação formal e não-formal, do associativismo e da cidadania ativa.

Marcada na sua génese por uma clara vocação rural, a ANIMAR viria a transformar-se mais tarde numa rede em que coexistem e cooperam associações e cidadãos/as que vivem e atuam tanto em habitats rurais como urbanos, unidos em torno de um objetivo comum de melhoria das suas condições de vida, de democracia local quotidiana e da transformação sustentável e harmoniosa dos territórios.

Para além da representatividade que decorre do número extremamente significativo de membros e parceiros/as. a lógica de funcionamento em rede e a estratégia de incentivo das parcerias locais e regionais e da intercooperação que a ANIMAR definiu como prioritárias confere-lhe uma capacidade acrescida de mediação e de interlocução junto de um conjunto alargado de entidades pública e privadas tanto em Portugal como internacionalmente.

Dos objectivos estatuários da ANIMAR, avultam a promoção da igualdade de oportunidades e de género com vista a uma mais equitativa distribuição da riqueza, ao melhoramento da qualidade de vida das populações e à redução das assimetrias; a congregação de esforços e apoios à actuação em rede, em prol do Desenvolvimento Local e da democracia participativa, numa lógica territorial, de organizações, grupos e indivíduos.

Hoje, a ANIMAR é um pólo privilegiado de difusão e intercâmbio de experiências e informações relativas às políticas e às práticas dos atores no terreno e dos seus parceiros, tal como dos saberes, conceitos e propostas inovadoras que dos territórios.

A estratégia actual da ANIMAR desenvolve-se em torno de dez vectores estratégicos, definidos como programa orientador para o triénio 2013/2015 sob o lema genérico Por uma Animar Transformada e Transformadora e que apontam como objectivos consolidar gradualmente a organização como uma rede de redes, um polarizador e promotor do Desenvolvimento Local, um recurso da rede, um interlocutor entre a rede e outras instituições da sociedade (públicas e privadas), uma ponte entre o rural e o urbano, uma fonte de produção de conhecimento. O programa define ainda como prioridades a internacionalização da rede, o reconhecimento e a valorização do trabalho voluntário no seu seio, a sua reorganização estrutural de forma a ser mais eficaz e eficiente no quadro dos seus valores e a importância de ser indutor de afectos no relacionamento quotidiano.

Em termos práticos, A ANIMAR actua concretamente de várias formas:

  • medindo o impacto das políticas nacionais e comunitárias, fazendo propostas em conformidade com elas e criando e executando projectos em rede com as suas associadas;;

  • produzindo, editando e difundindo documentos, realizando seminários, colóquios, conferências, feiras e outras iniciativas, onde avulta a realização bienal da MANIFesta - Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local;

  • editando a revista Vez e Voz, a página electrónica da Animar (www.animar-dl.pt) e o boletim InfoAnimar, para além de animar diversas comunidades de partilha, reflexão e discussão nas redes sociais existentes na internet;

  • promovendo ações de formação e apoio à conceçpão de candidaturas a projetos e/ou programas relevantes.

A ANIMAR é membro de diversas redes e outras estruturas de coordenação e parceria inter-institucional.

Em Portugal:

CASES - Cooperativa António Sérgio para a Economia Social

CNES - Conselho Nacional para a Economia Social

Comissão de Acompanhamento do PRODER

Comissão de Acompanhamento da Rede Rural Nacional

Comissão de Coordenação da Região Alentejo

Comissão de Coordenação da Região Algarve

Comissão de Coordenação da Região Centro

Comissão de Coordenação da Região Norte

Comissão de Coordenação da Região de Lisboa e Vale do Tejo

Comissão Paritária do IEFP

Conselho de Acompanhamento da RTP2

Conselho Nacional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado

Fórum Não Governamental para a Inclusão Social – FNGIS

Grupos de Trabalho CIG