socioeco.org
Resource website of social and solidarity economy

Referências conceituais para ações integradas: Uma tipologia da autogestão: Cooperativas e empreendimentos de produção industrial autogestionarios provenientes de massas falidas ou em estado pré-alimentar

Relatorio final do convenio MTE/IPEA/ANPEC 2003, Ministerio do Trabalho e Emprego, Brasil

Huberlan Rodrigues, Luana Vilutis, Mauricio Sarda de Faria, José Ricardo Tauile, 2003

Download : PDF (1 MiB)

Resumo :

O tema geral da presente pesquisa é o fenômeno, relativamente recente no Brasil, das empresas falidas ou em processo falimentar que foram disputadas e assumidas pelos trabalhadores. Ao tomarem o controle da empresa, os trabalhadores buscam, sobretudo, evitar os malogros do desemprego, manter os postos de trabalho e gerar renda. Empregaremos o termo Empreendimentos Autogestionários para designar de forma geral estas experiências. No Brasil, o fenômeno já se fez perceber desde a década de 80, com a existência de várias

experiências desenvolvidas em diversas regiões.(2) Mas foi durante os anos 90 que o fenômeno ganhou projeção. A partir de processos de resistência à perda dos postos de trabalho por parte dos trabalhadores de empresas em processo falimentar ou pré-falimentar, quando da criação de uma empresa de autogestão

para a continuidade do negócio, estabeleceram-se as primeiras iniciativas de transferência da propriedade das empresas para os trabalhadores.

Fontes :

Sito do Ministerio do Trabalho e Emprego do Brasil www.mtb.gov.br/geral/publicacoes.asp