socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

A REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO E A DEFESA DO TEMPO LIVRE

Oriana Stella Balestra, 2006

Download : PDF (78 KiB)

Resumo :

A divisão do tempo para uma determinada sociedade se dá como um reflexo da importância que está confere a determinados valores. Visto como valor que ocupa o topo de uma hierarquia, o trabalho determina o tempo social dominante, sendo em função do tempo de trabalho, portanto, que as demais atividades humanas se regulam.

A emancipação humana depende de que o homem supere a idéia de que a vida deve girar em torno do trabalho. A humanidade não veio ao mundo para atender as necessidades do sistema capitalista. Não é possível aceitar qualquer justificativa, seja de ordem religiosa, ou econômica, que possibilite o entendimento de que o homem nasceu para sofrer. E, portanto, é preciso desprender-se da dominação capitalista e passar a reivindicar o direito proclamado por Paul Lafargue, o direito à preguiça, ao tempo livre, ao exercício de atividades edificantes, ou seja, a uma vida com sentido para no trabalho, mas também fora deste.