socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

EXPERIÊNCIA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DA CÁRITAS DO CEARÁ: O CASO DA REDE BODEGAS

Dissertação Mestrado em Economia da Universidade Federal do Ceará - Brasil

Maria Leânia PARENTE DA COSTA, 2010

Download : PDF (340 KiB)

Resumo :

A Economia Solidária, como forma de reorganização social de várias esferas da ação humana, expandiu-se notavelmente nas últimas décadas e assumiu diversas configurações. Este trabalho tem como objetivo principal estudar a Rede de Economia Popular Solidária denominada Rede Bodegas, localizada no Estado do Ceará, que participa dos Projetos Alternativos Comunitários (PACs) da Rede Cáritas. Procurou-se entender como os projetos alternativos solidários tornam-se empreendimentos solidários autogestionários e, como, por meio deles, conseguiram formar uma rede baseada nos princípios da Economia Solidária. A metodologia utilizada foi a da pesquisa empírica de estudo de caso, por meio da qual se procurou abordar todas as atividades da Rede Bodegas. As informações foram coletadas com a aplicação de um questionário com abrangência temática sobre as questões da produção, beneficiamento, comercialização e distribuição dos resultados econômicos do empreendimento. Os dados coletados e analisados apontam a constituição de uma rede, apoiada pela Cáritas Diocesana de Fortaleza, no âmbito da Economia Solidária, que objetiva trazer benefícios a seus integrantes como, aumento de renda, aquisição de uma consciência ambiental, o incentivo à solidariedade e à cooperação mútua. Para tanto, a Cáritas apóia com capacitações, pessoal técnico, metodologia, gerenciamento e financiamento. Na interpretação dos dados pode-se construir um círculo virtuoso da Rede Bodegas que se constitui no recebimento do financiamento da Cáritas. O recurso obtido alimenta a produção, beneficiamento e a comercialização, gerando renda que se divide entre os sócios, a Rede e o pagamento do financiamento. Percebeu-se que antes de se buscar o lucro, o apoio a estes projetos resgata seus integrantes à dignidade. Uma evidência importante revelada pela pesquisa indica que nas oito dioceses distribuídas pelo Estado do Ceará, em 2006, houve pequenas conquistas dos grupos envolvidos com os projetos com características de EPS, porém suficientes para sustentar a continuidade dos negócios das comunidades envolvidas. Assim, é possível concluir que o sistema de financiamento para EPS mantido pela Cáritas assegura o andamento dos projetos e gera o circulo virtuoso em termos de produção, beneficiamento e comercialização.

Fontes :

ufc.br

Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal