socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Incubação de Redes de Economia Solidária: : limites e possibilidades de uma metodologia de intervenção para o desenvolvimento local - o caso - Eco-Luzia

Dissertação Maestrado em Administação Universidade Federal da Bahia, Brasil

Eduardo Vivian da Cunha, 2008

Download : PDF (3 MiB)

Resumo :

As discussões sobre incubação têm ganhado espaço crescente dentro do campo da economia solidária, trazendo à tona a proposta de constituição de uma nova metodologia que apóie o surgimento das iniciativas vinculadas às práticas solidárias. Neste sentido, surge com grande potencial a idéia de realizar a incubação de forma ampliada, abarcando um território por meio da constituição de uma rede de economia solidária. O objeto deste trabalho foi um caso que encampa esta idéia no bairro de Santa Luzia, Simões Filho/BA, denominado ECO-LUZIA. O estudo foi feito sobre o processo de constituição da rede local, que já conta com dois anos e meio desde o seu início e está em fase de execução. A coleta de dados contou com a observação participante como principal método, apoiada por entrevistas, estudos documentais e históricos. Já a análise se baseou em dois eixos principais, que foram a realidade local de Santa Luzia e o comportamento do agente incubador. Cada um destes eixos contou com elementos que apoiaram o entendimento sobre sua contribuição particular para o processo de incubação, tendo em vista que o objetivo mais geral deste processo é o de promover o desenvolvimento local sustentável de Santa Luzia. Chegou-se à conclusão que a realidade local aporta elementos que a caracterizariam como portadora de uma “baixa bagagem comunitária”, o que dificulta o processo e que o comportamento do incubador poderia ser classificado como “emancipador”, gerando um aporte positivo frente à possibilidade de desenvolvimento da comunidade.

Fontes :

Repositorio Escola de administraçao UFBA www.adm.ufba.br