socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

O microempreendorismo em questão: elementos para um modelo alternativo

Politica e Sociedade Volume 9 – N º 17 – outubro de 2010

Luiz Inácio Gaiger, Andressa da Silva Corrêa, Outubro 2010

Download : PDF (280 KiB)

Resumo :

Este artigo objetiva contrastar o modelo convencional de fomento ao empreendedorismo de pequeno porte, centrado no desenvolvimento de competências individuais, com os aportes propiciados pela reflexão em torno das experiências de empreendedorismo associativo, hoje em evidência no campo da Economia Solidária. Sumariam-se no texto os principais pontos de destaque resultantes da análise crítica do empreendedorismo de pequeno porte desenvolvido sob os auspícios do SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, predominante como referência conceitual e como prática no Brasil. Aborda-se a seguir a visão de empreendedorismo estribada em estudos sobre empreendimentos nos quais os elementos relacionais e de cooperação cumprem funções relevantes, explicitamente. Tais elementos conduzem a um modelo alternativo, distinto dos padrões convencionais quanto à compreensão e ao atendimento das necessidades das organizações de economia popular, sejam negócios de cunho individual ou familiar, sejam empreendimentos coletivos, como grupos de produção informais, associações e pequenas cooperativas.

Fontes :

doi: 10.5007/2175-7984.2010v9n17p205