socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Redes de economía solidária – papéis e limites de atores envueltos: trabalhadores, universidades e Estado

Seminario Internacional « La construcción de conocimientos y prácticas sobre la economía social y solidaria en América Latina y Canadá », 2009. Buenos Aires

Antônio Cruz, 2009

Download : PDF (330 KiB)

Resumo :

A construção de redes de economia solidária (estruturação de cadeias produtivas, associações para crédito e/ou comercialização, formas diversificadas de inter-cooperação etc.) implica uma “arquitetura sócio-política”, com projetos complexos de ação social que se destinam à conformação de “coletivos de coletivos” econômicos, isto é, de associações das quais participam outras organizações associativas diversas. Nesses casos, os resultados econômicos e sociais projetados tendem a impulsionar e animar a ação dos atores; por outro lado, os desafios normalmente presentes na constituição de empreendimentos simples de economia solidária se potencializam também: questões como a convivência entre líderes, os desafios de articular a democracia participativa dos diversos empreendimentos à tomada de decisões na rede, os problemas relacionados à gestão compartilhada de ativos econômicos constituídos em parceria, e os conflitos gerados na busca de resultados econômicos que atendam a todos. Esta micro-política exige, muitas vezes, traz o envolvimento (direto ou indireto) de outros atores, como o Estado e as universidades, por exemplo. Isto por sua vez, torna ainda mais complexa a construção da rede, uma vez que esses diferentes territórios (re)produzem diferentes olhares e práticas sociais. Precedidas de outras experiências internacionais (Emiglia-Romagna, Mondragón, Grameen Bank, LETs, Red Global de Trueques etc.), um conjunto de iniciativas brasileiras vem pondo à prova os desafios de constituição de redes de economia solidária. Dessas experiências, por sua vez, adaptadas à especificidade das economias e sociedades latino-americanas, é possível extrair aprendizados que permitem orientar novas tentativas e aperfeiçoar as já existentes. Este trabalho é uma reflexão teórica realizada a partir da observação de casos.

Fontes :

antares.ucpel.tche.br