socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

A CRESAÇOR como pilar da Economia Solidária nos Açores

IIo Congresso Internacional de Economia Solidária de Atlântico

Celia Pereira, Maio 2009

Download : PDF (110 KiB)

Resumo :

As primeiras iniciativas de Economia Solidária surgiram nos Açores na década de 90 do século XX, como forma de luta contra a pobreza e a exclusão social tendo como preconizadores a Associação Aurora Social e a Cooperativa Kairós, seguidos dos Centros de Economia Solidária, integrados em Projectos de Luta Contra a Pobreza, e dinamizados por diversas IPSS’S em parceria com o Governo Regional. Estas iniciativas confluíram, nos finais dos anos 90, para a existência de um conjunto significativo de micro-empresas de economia solidária, criadas no âmbito de projectos de luta contra a pobreza, com capacidades produtivas mas com dificuldades de entrada no mercado e, paralelamente, da promoção na integração sócio-profissional de pessoas em situação de exclusão; para a necessidade de se utilizarem recursos financeiros das áreas de apoio social em medidas activas de criação de emprego; e, ainda, para o reforço de novas metodologias de combate à exclusão social, como por exemplo através da criação de emprego aliado às dimensões de formação profissional, pessoal e social.

É pois nesta conjuntura que no âmbito do Projecto de Luta Contra a Pobreza – IDEIA (1999-2005) e pela criação de um programa para o desenvolvimento das Empresas de nserção sócio-profissional dos Açores, nasce a Cresaçor como pólo operativo e promocional dos objectivos inerentes à Economia Solidária aliando as dimensões do desenvolvimento local e comunitário, da formação profissional, pessoal e social e da produção e comercialização.