socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Estudo da influência do capital social em empreendimentos de economia solidária do Distrito Federal

Dissertação (Mestrado em Gestão Social e Trabalho)-Universidade de Brasília, Brasília

Rodrigo Campos Crivelaro, 2007

Download : PDF (690 KiB)

Resumo :

A cada dia, a Economia Solidária ganha espaço como caminho tangível de trabalho e renda em um número crescente de empreendimentos, pelo Brasil. O Distrito Federal participa deste contexto com centenas de grupos informais, cooperativas e associações, que buscam fortalecer alternativas econômicas de atuação coletiva, visando à re inserção produtiva e à melhoria da qualidade de vida de seus integrantes. Este estudo investiga dois desses empreendimentos: a Cooperativa Habitacional de Produção de Artesanato e Trabalho - Coohperart, e a Associação Grão Mulheres em Ação - AGMA. O objetivo é investigar a influência do Capital Social nestas organizações, analisando-se três vertentes: os ambientes Intra, Inter e Supra organizacionais. O âmbito Intra se refere às trabalhadoras e trabalhadores dos empreendimentos. Nele, é onde se encontram os maiores pontos de convergência entre as organizações, como a percepção do artesanato como oportunidade profissional e de melhoria da saúde mental. O âmbito Inter está vinculado às parcerias atuais ou potenciais com entidades locais colaboradoras, financiadoras, de interface técnica direta, representantes da comunidade local e de Governo. O ambiente Supra se refere aos canais de venda, atuais e potenciais, a clientes consumidores, revendedores, industriais, governamentais e internacionais. Os dois empreendimentos foram investigados por meio da Análise de Conteúdo de entrevistas individuais e grupos focais. As entrevistas foram realizadas com as líderes dos empreendimentos, representantes governamentais, de movimentos sociais e de assessoria universitária em Economia Solidária. Os grupos focais foram trabalhados com as participantes das duas entidades: AGMA e Coohperart. Os resultados sugerem o Capital Social como o principal catalisador do processo produtivo nos empreendimentos, o qual parte do fortalecimento das relações nos três ambientes estudados: entre as integrantes; entre os grupos, comunidade e parceiros; e entre os empreendimentos e clientes.

Fontes :

Repositorio Institucional Universidade de Brasilia repositorio.unb.br/handle/10482/3420