socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Economia solidaria e feminina – O caso das BEIJUZEIRAS DA TAPERA

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Andréa Santos, Fabiana Santos, Março 2016

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Download : PDF (540 KiB)

Resumo :

A participação de mulheres nos grupos de Economia Solidária tem provocado inúmeras pesquisas e reflexões acerca desta realidade. Dados do Sistema Nacional de Informações sobre a Economia Solidária (2010-2012), apontam que 43,6% dos sócios dos EES são mulheres. O presente trabalho tem como principal objetivo apresentar os resultados de uma pesquisa realizada no Comunidade Quilombola da Tapera Melão, localizada no município de Irará/BA, que registra a existência de um Empreendimento de Economia Solidária, formado por mulheres quilombolas e que ao longo destes 16 anos vem construindo uma história de luta pelo direito de trabalhar de forma associada e baseando-se nos princípios da Economia Solidária. Trata-se de um estudo de caso, que foi realizado a partir da imersão na comunidade, na análise da história da comunidade e do grupo Beijuzeiras da Tapera. Foi realizada também pesquisa bibliográfica acerca dos temas Economia Solidária e a economia dos quilombos.

Fontes :

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016