socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Contribuções e possibilidades das políticas de educação do campo para o fortalecimento da economia solidária no território quilombola da Bacia e Vale do Iguape – CACHOEIRA-BAHIA-BRASIL.

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Alberto Viana de Campos Filho, Crispiniano de Assis Costa, Tatiana Ribeiro Velloso, Vanderson Sales dos Santos, Março 2016

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Download : PDF (130 KiB)

Resumo :

Este estudo tem como objetivos demonstrar os principais pontos de convergência entre a economia solidária e a educação do campo como políticas públicas e campos do conhecimento, descrever como o conhecimento popular em economia solidária do Território Quilombola da Bacia e Vale do Iguape foi inserido no componente cooperativismo e economia solidária da Licenciatura em Educação do Campo da UFRB e apresentar o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária como uma política que pode contribuir para o fortalecimento das experiências de economia solidária desenvolvidas no Território. Conclui-se que se forem ofertados cursos sob amparo dessa política, voltados para o fortalecimento dos núcleos de produção do Território, esses deverão trazer como resultados a elevação do nível de escolaridade dos sujeitos das comunidades, a qualificação das atividades produtivas locais naquilo que têm necessidade de aprimoramento, e a partilha com outros sujeitos do que a comunidade já têm como prática de excelência.

Fontes :

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016