socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Lisboa, Portugal - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) – Mestrado em Economia Social e Solidária

www.iscte-iul.pt/cursos/mestrados/46/apresentacao.aspx

O Mestrado em Economia Social e Solidária tem como objetivo aprofundar a reflexão e capacitar para a ação em processos de inovação social associados à Economia Social e aos novos caminhos da Economia Solidária. A área científica predominante é a Economia.

O corpo docente é altamente qualificado no domínio da Economia Social e Solidária e inclui colaborações de profissionais do terreno e de uma importante rede de contactos internacionais.

O Mestrado conta, em permanência, com a colaboração do Prof. Dr. Jordi Estivill, da Universidade de Barcelona, do Prof. Dr. Jean-Louis Laville, “Conservatoire National des Arts et Métiers” (Paris), do Dr. Norbert Kunz, ‘Iq-Consult’, Agência Alemã para a Inovação Social (Berlim). Virá a contar também com a colaboração regular do Prof. Andreas Novy da Universidade de Economia de Viena.

Este Mestrado aborda os princípios, conteúdos e práticas da Economia Social e Solidária a partir de bases epistemológicas, teórico-conceptuais e metodológicas com origens diversas na Ciência Económica. Valoriza a pluralidade metodológica na construção de conhecimento científico.

Objetivos gerais

O Mestrado em Economia Social e Solidária foi criado em 2007. Teve um carater pioneiro no país e no contexto europeu. Pretende contribuir para o desenvolvimento de competências quer na gestão das organizações, quer na concretização de novas formas de resposta à insatisfação de necessidades humanas. Acompanhou a criação da Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES), a aprovação da Lei de Bases para a Economia Social e a atividade do Conselho Nacional para a Economia Social. Analisa o papel histórico da Economia Social, relaciona este papel com a emergência contemporânea da Economia Solidária e relaciona estes percursos com a evolução da Teoria Económica. Identifica os desafios de natureza epistemológica, teórico-conceptual e metodológica associados ao conhecimento dessas práticas emergentes e abre perspetivas para a inovação social e para a conceção de políticas públicas que valorizem o contributo potencial da Economia Social e Solidária nas condições contemporâneas.

Objetivos de aprendizagem

O Mestrado em Economia Social e Solidária prossegue os objectivos seguintes:

conhecimento da História da Economia Social na resposta a problemas societais desde o Sec. XIX e compreensão da sua relação com a evolução da Teoria Económica;

aplicação desse conhecimento na análise de formas de organização emergentes no domínio da Economia Social e Solidária e na exploração do seu contributo potencial para a inovação social nas condições contemporâneas;

capacidade de avaliar políticas públicas tendentes à realização do potencial de inovação social da Economia Social e Solidária na construção de novas formas de resposta à insatisfação de necessidades humanas, nomeadamente, nos domínios do acesso ao emprego e ao rendimento, da proteção social, do desenvolvimento territorial ou da governança local multinível;

capacidade de comunicar resultados da investigação em auditórios potencialmente caracterizados pela prevalência de preconceitos e ambiguidades conceptuais, por formação disciplinar heterogénea e por diversidades culturais acentuadas;

capacidade autónoma de aprender, produzir conhecimento e desenvolver competências tendo em vista a capacitação para a ação em Economia Social e Solidária.