socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Produzir para viver: os caminhos da produção não capitalista

Site de la editorial

Boaventura de Sousa Santos (Org.), Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, Brasil, 2005

A coleção « Reinventar a Emancipação Social: Para Novos Manifestos » reúne diversos estudos sobre como, em diferentes países, os grupos sociais menos favorecidos se organizam para resistir contra a exclusão social produzida pela globalização neoliberal. Composto de sete volumes e realizado em seis países - África do Sul, Brasil, Colômbia, Índia, Moçambique e Portugal - este projeto teve por objetivo analisar iniciativas e movimentos de resistência e de formulação de alternativas em vários domínios sociais. Dirigido pelo sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, envolveu 69 pesquisadores e foram analisadas 60 iniciativas, movimentos ou organizações. O tema desta coleção é a globalização alternativa. A globalização neoliberal é hoje um fator explicativo importante dos processos econômicos, sociais, políticos e culturais das sociedades nacionais. Contudo, apesar de mais importante e hegemônica, esta globalização não é única. Ao mesmo tempo, e em grande medida em reação a ela, está emergindo uma outra globalização, constituída pelas redes e alianças transnacionais entre movimentos, lutas e organizações locais ou nacionais que, nos diferentes cantos do globo, se mobilizam para lutar contra a exclusão social, a precarização do trabalho, o declínio das políticas públicas, a destruição ambiental e da biodiversidade, o desemprego, as violações dos direitos humanos, as pandemias, os ódios interétnicos produzidos direta ou indiretamente pela globalização neoliberal. Há, assim, uma globalização alternativa, contra-hegemônica, organizada da base para o topo das sociedades. Esta globalização é apenas emergente e a sua manifestação mais dramática, até hoje, foi a realização do primeiro Fórum Social Mundial em Porto Alegre em janeiro de 2001.