socioeco.org
Resource website of social and solidarity economy

Bolsa Família: Avanços, limites e possibilidades do programa que está transformando a vida de milhões de famílias no Brasil (2ª edição revista e atualizada)

Site de la editorial

Marco Aurélio WEISSHEIMER, Fundação Perseu Aramo, Brasil, 2006

O Bolsa Família, programa de proteção social do governo federal que atende mais de 12 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, é o tema de “Bolsa Família: Avanços, limites e possibilidades do programa que está transformando a vida de milhões de famílias no Brasil”, da Editora Fundação Perseu Abramo. Escrito pelo jornalista e mestre em filosofia Marco Aurélio Weissheimer, acaba de ganhar 2ª edição, revista e atualizada.

O livro traz uma análise profunda do resultado desta iniciativa na sociedade brasileira, com seus impactos na diminuição da pobreza no Brasil e aponta elementos para o debate sobre qual modelo de desenvolvimento é necessário para superar o quadro de desigualdade social e violência urbana do país.

“Bolsa Família: Avanços, limites e possibilidades do programa que está transformando a vida de milhões de famílias no Brasil” não é um livro acrítico, aqui Weissheimer mostra ao leitor que o programa não é um projeto isolado; ele faz parte de ações amplas, cujo objetivo é garantir segurança social sólida aos cidadãos brasileiros, bem como atuar na distribuição de renda do Brasil – apesar de ter o maior índice de crescimento mundial no século XX, o país ainda conserva a concentração de riqueza semelhante ao de seu período colonial.

Num movimento simples e pioneiro, o uso do cartão magnético jogou por terra a velha política dos coronéis que, por décadas, submetiam famílias pobres nos interiores do Brasil. Uma emancipação e uma conquista de cidadania.

Nessa 2ª edição, revista e atualizada, o ex-ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, faz o prefácio do livro à luz de sua experiência como responsável pelo maior programa social brasileiro que atingiu e mudou a vida de mais de 12 milhões de pessoas.

Diferente das opiniões de adversários do programa, a diretora executiva do Programa Mundial de Alimentação da Organização das Nações Unidas (ONU), Josette Sheeran, afirmou recentemente que “O Programa Bolsa Família inspira as famílias a lutar por um futuro melhor para crianças e jovens”.

Estudos publicados em outubro de 2009, pelo Instituto Insper, relevaram que o Bolsa Família foi o programa que colaborou para o aumento do PIB em R$ 43,1 bilhões, com ganho tributário de 70% maior que o total pago pelo programa em 2006.