socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

Estudo exploratório em bancos comunitários: conceito, características e sustentabilidade

Dissertação Maestrado em Administação Universidade Federal da Bahia, Brasil

Ósia Alexandrina Vasconcelos Duran Passos,, 2007

Ler artigo completo na página de : www.repositorio.ufba.br

Resumo :

Abordando a temática da Economia Solidária – observada como um campo teórico e prático, plural, composto por diversas experiências que se balizam no princípio da solidariedade –, o presente estudo tem como foco as Finanças Solidárias, em particular, os Bancos Comunitários. O termo Finanças Solidárias remete a um conjunto de experiências que, no âmbito da Economia Solidária, contribui para a democratização do sistema financeiro. Dentre as diversas experiências, destacamse as Cooperativas de Crédito, Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) de Microcrédito, os Fundos Solidários e os Bancos Comunitários, sendo estes últimos o objeto deste estudo. O problema que orienta a pesquisa é o seguinte: O que são Bancos Comunitários e como se sustentam? A fim de responder esta questão, foi desenvolvido um estudo exploratório, utilizando dois estudos de caso: o Banco Palmas (Fortaleza / CE), sendo este o primeiro Banco Comunitário no Brasil, e o Banco Bem (Vitória / ES) – ambos articulados à Rede Brasileira de Bancos Comunitários. Utilizamos observação participante, pesquisa documental e bibliográfica e entrevistas semi-estruturadas com os coordenadores dos bancos analisados. Desta forma, podemos identificar o caráter singular dessas experiências, que são compreendidas como serviços financeiros solidários em rede, de natureza associativa e comunitária, voltados para a geração de trabalho e renda na perspectiva de reorganização das economias locais, tendo por base os princípios da Economia Solidária. Apontamos características que estão diretamente relacionadas à forma como essas experiências se sustentam, sendo esta uma sustentabilidade plural, que se dá na articulação de diversas dimensões - econômica, social, política, gestão, cultural e ambiental.

Fontes :