socioeco.org
Website de recursos comum da economia social e solidária

O empoderamento da mulher através da economia solidária enquanto alternativa para emprego e renda

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Amanda Salles da Silva, Jean Huet, Março 2016

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016

Download : PDF (110 KiB)

Resumo :

Gênero enquanto construção que permeia as relações sociais e de poder, principalmente dentro do mercado formal de trabalho, acarreta na consequente exclusão das mulheres principalmente no que tange ao acesso à recursos e capacitações. A partir do século XX com a entrada das mulheres no mercado de trabalho, instaurou-se as duplas ou triplas jornadas de trabalho, onde além do emprego no espaço público, onde são restringidas aos subempregos e precarização, as mulheres veem-se obrigadas a continuarem nas tarefas histórica e socialmente atribuídas à elas: os cuidados domésticos com a casa e família. Assim é que a Economia Solidária aparece enquanto solução e alternativa para a exclusão do mercado formal de trabalho e conciliação da vida doméstica que lhe é imposta com a necessidade de prover sustento para seus lares, acarretando no consequente empoderamento e emancipação das mulheres.

Fontes :

ANAIS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: diálogo Brasil Cuba, Feira de Santana, 2016